Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Economia Estados terão 6 meses para aprovar reforma própria dentro de ‘realidade matemática’, diz relator

Estados terão 6 meses para aprovar reforma própria dentro de ‘realidade matemática’, diz relator

Maia informou que incluirá no documento final uma determinação para que o Congresso aprove uma lei de responsabilidade sobre a Previdência.

O relator da reforma da previdência na Câmara, Arthur Maia (PPS-BA), disse nesta terça-feira (18) que incluirá no relatório sobre o tema o prazo de seis meses para que os estados façam a própria reforma caso queiram regras locais mais rígidas. Veja o esboço de mudanças sobre a reforma.

“Todos os entes que fizerem mudanças na previdência terão de submeter a norma à secretaria da previdência para saber se a mudança corresponde a uma realidade matemática”, explicou o relator. Se o prazo não for cumprido, o estado deverá se submeter ao regime geral.

MAIS: Mudanças na reforma exigirão medidas adicionais no futuro, dizem analistas

Segundo ele, o relatório vai prever que o estado que, mesmo assim, adotar regras mais flexíveis que exigências mínimas do regime geral ficará impedido de celebrar convênio com o governo federal. “Estamos permitindo que os estados façam mudanças, mas que eles não façam dentro da realidade”, disse Maia.

Além disso, Maia informou que incluirá no documento final uma determinação para que o Congresso aprove uma lei de responsabilidade sobre a previdência. A medida serve para garantir o acompanhamento dos cálculos a que o sistema está submetido.

 

Leia notícia na integra aqui.

Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/estados-terao-6-meses-para-aprovar-reforma-propria-dentro-de-realidade-matematica-diz-relator.ghtml

Ações do documento